A Queda Acentuada de Cabelo

A Queda Acentuada de Cabelo

Como sabemos, todos os dias perdemos cabelo, o que é usual quando esta queda se enquadra no ciclo de vida normal do cabelo. Contudo, quando existe uma queda acentuada de cabelo (mais de 100 cabelos dia), pode existir um problema que esteja a potenciar esta queda anormal e que, assim sendo, deve ser tratada o mais rapidamente possível. Mesmo em casos de queda acentuada, existe cura e soluções para a queda de cabelo, pelo que deve consultar o mais rapidamente possível um médico especialista, isto é, um dermatologista, para poder analisar o seu caso, o seu couro cabeludo, verificar as causas da queda do seu cabelo e poder facultar-lhe um plano de tratamento adequado e eficiente.

Causas da Queda Acentuada de Cabelo

Com o avançar da idade, o cabelo tende a enfraquecer e a ficar mais fino, contudo existem outras causas que fomentam a queda de cabelo, as quais incluem fatores hormonais, condições médicas e medicamentos.

Fatores Hormonais

A causa mais comum da queda de cabelo é uma condição hereditária designada de queda de cabelo de padrão masculino ou feminino. Em pessoas geneticamente susceptíveis, certas hormonas sexuais despoletam um determinado padrão de queda de cabelo permanente. Mais comum nos homens, este tipo de enfraquecimento capilar pode começar desde logo na puberdade.

As mudanças hormonais e outros desequilíbrios podem também causar queda de cabelo temporária. Isto pode acontecer devido a uma gravidez, ao parto, à descontinuação do uso da pílula e mesmo ao aproximar da menopausa.

Condições Médicas

Uma série de condições médicas podem causar a queda de cabelo, nomeadamente:

  • Problemas de Tiróide – A glândula da tiróide ajuda a regular os níveis hormonais do seu corpo. Se a glândula não estiver a funcionar correctamente, pode ocorrer queda de cabelo.
  • Alopécia Areata – Esta doença ocorre quando o sistema imunitário do corpo ataca os folículos capilares, fazendo com que ocorra manchas calvas no couro cabeludo.
  • Infecções no Couro Cabeludo – Infecções, como por exemplo a micose, podem invadir e danificar o seu couro cabeludo, fomentando a queda de cabelo. Geralmente, após tratamento, o cabelo torna a crescer.
  • Outras Desordens na Pele – Doenças que podem causar cicatrizes podem resultar em queda de cabelo permanente nas zonas afectadas.

Medicamentos

A queda de cabelo pode resultar de medicamentos usados para tratar:

  • Cancro
  • Artrite
  • Depressão
  • Problemas no Coração
  • Pressão Arterial Elevada

Outras Causas de Queda de Cabelo

A queda de cabelo podem também ser resultado de:

  • Choque físico ou emocional – Muitas pessoas experienciam um enfraquecimento geral do cabelo alguns meses após um choque físico ou emocional.
  • Desordem de Puxar o Cabelo – Esta doença mental faz com que as pessoas tenham uma vontade irresistível de puxar o seu cabelo, quer seja do seu couro cabeludo, sobrancelhas ou outras áreas do corpo. Puxar o cabelo do couro cabeludo muitas vezes deixa zonas calvas na cabeça.
  • Certos Estilos e Cortes de Cabelo – A queda de cabelo pode resultar também da tracção. Deste modo, em certos estilos de cabelo, onde o cabelo é muito puxado, pode ocorrer queda de cabelo.

Tratamento

Para alguns tipos de queda de cabelo, o cabelo pode retomar o seu crescimento sem qualquer tratamento. Contudo, noutras situações, o tratamento pode ajudar a promover o crescimento de cabelo ou, pelo menos, disfarçar a queda de cabelo.

Medicação

Se a sua queda de cabelo é causada por uma doença, será necessário receber tratamento para a mesma. Entre os medicamentos aprovados para o tratamento da queda de cabelo encontramos:

Minoxidil – Este é um medicamento sem receita médica sob a forma líquida ou em espuma que pode esfregar no seu couro cabeludo até duas vezes por dia, para crescer cabelo e prevenir a futura queda do mesmo. Algumas pessoas experienciam algum recrescimento do cabelo ou uma queda mais lenta de cabelo (ou mesmo ambos). Pode levar até 12 semanas para o novo cabelo começar a crescer. O minoxidil está disponível em soluções de 2% e 5%. Os efeitos secundários podem incluir irritação no couro cabeludo, bem como crescimento indesejado de cabelo em áreas circundantes às áreas tratadas, pelo que o minoxidil dever ser aplicado com cuidado nas zonas afectadas pela queda de cabelo.

Finasterida – Este medicamento obtido sob receita médica para tratar a queda de cabelo de padrão masculino é tomado diariamente com a forma de um comprimido. Muitos homens que tomam finasterida experienciam um decrescimento da queda de cabelo e alguns mostram sinais de crescimento de novos cabelos. Efeitos secundários raros da finasterida incluem menor desejo sexual.

Cirurgia

No tipo mais comum de queda de cabelo, somente o topo da cabeça é afectada. Os procedimentos cirúrgicos podem potenciar ao máximo o seu restante cabelo. Através dos transplantes capilares, são retirados folículos dos lados ou parte de trás do seu couro cabeludo, onde o cabelo está geneticamente codificado para durar, e são transplantados para as zonas calvas da sua cabeça. Podem ser necessárias várias sessões, à maneira que a queda de cabelo hereditária vai progredindo. Este é, contudo, uma forma de tratamento dispendiosa.

Próteses Capilares

Se você deseja uma alternativa ao tratamento médico para a sua calvície ou se você não responde ao tratamento, pode tomar em linha de conta a possibilidade de usar e usufruir de uma prótese capilar. A prótese pode ser usada tanto para cobrir queda de cabelo permanente, como temporária. Nos dias de hoje, já existem próteses capilares de alta qualidade e com aparência totalmente natural.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.